SHARE YOUR BATTLE Weekly Challenge! CRYPT BEETLE

this post was also written in english


Olá Splinters, bem vindos novamente!!

image.png


Hoje venho trazer meu segundo desafio da semana, sendo esse o tão esperado Share Your Battle, que é um post que eu amo fazer pois, do mesmo modo que eu me aprimoro na carta, eu passo essa informação adiante e todos saem ganhando.
Para esse segundo desafio, a carta escolhida foi a Crypt Beetle, que todos conhecemos muito bem das partidas, pois é um monstro razoavelmente bastante escolhido.

image.png

A CARTA

A carta citada está contida no elemento morte, que é um dos mais escolhidos nos ranks mais baixos, portanto tem uma taxa de pick muito alta. Seus atributos no lvl 1 são de 3 de mana de custo, 1 de dano de ataque, 1 de velocidade, 1 escudo e 2 corações de vida. Da para ver que possui um custo muito baixo, e por isso pode ser ideal para confrontos com baixa mana ( como 12 ou 13 de mana) na batalha. A presença do escudo é ideal para alguns confrontos, pois ele pode fazer com que você sobreviva para mais ataques e assim ganhar mais tempo, que é o seu objetivo com esse monstro.

image.png

Outro diferencial dessa carta é sua habilidade bem forte chamada Shield, que é bastante autoexplicativa, pois possui a mesma essência de um escudo, diminuindo dano de ataques físicos e ranged. Dessa forma se tornando ideal contra um deck que possui a grande maioria dessas cartas, pois ajuda a ganhar muito tempo enquanto seus causadores de dano derrotam o adversário. Porém contra cartas que utilizam o dano mágico como prioridade eu não recomendaria, como o elemento terra, pois sua habilidade e seu poder de escudo não terão nenhuma efetividade.

image.png

image.png


USO NO DECK

A carta Crypt Beetle é bastante situacional, ou seja, há determinados momentos em que seu uso é recomendado e outros que não. Eu recomendaria seu uso em partidas em que o custo de mana é bastante baixo, de 12 á 15 de mana por exemplo, pois é onde o baixo custo da carta se destacará. Também destaco situações com custo de mana muito elevados, pois pode ser uma boa saída se sobrar 3 de mana e precisar de uma boa carta para ficar atrás do seu atirador no fim do deck, mas isso em situações mais específicas. A carta pode ser utilizada na primeira, segunda ou última posição, isso dependendo de cada situação de cada partida. Se o custo for 12 por exemplo, acho que deve utilizar ela na primeira posição, dependendo de qual invocador você usar ainda sobrará 5 ou 6 de mana, suficiente para um monstro com mais vida e que conseguirá atacar o flanco do oponente. Mas tenha cuidado, se o oponente usar dano mágico você pode se complicar, pois dependendo da carta o Crypt Beetle pode morrer com apenas 1 ataque, deixando seu segundo monstro exposto muito cedo e podendo acabar com sua partida. Sendo assim, se o adversário tiver usado muito o elemento terra nas últimas 5 partidas ( você consegue ver isso pelo histórico dado pelo jogo) , não coloque a carta, mas se por exemplo o oponente tiver utilizado muito o elemento fogo, água ou vida será o momento ideal para o uso do monstro. Acredito que a carta deva ser muito eficaz nos elos mais altos, pois seu custo de mana não se altera e ela só acaba ganhando mais vida, se tornando um bom tanque com apenas 3 de mana de custo.

image.png

PREÇOS E DADOS

Utilizei o site Splintercards para o uso dos dados e estatísticas sobre o monstro citado.

Evolução da carta conforme o nível:

image.png

Histórico de preços

Edição Regular:
image.png

Edição Gold:
image.png

image.png


VAMOS PARA A BATALHA

A batalha apresenta um total de 20 de mana para ser usado, logo após isso eu montei uma estratégia que consistia no monstro tentar ganhar o máximo de tempo possível como primeiro tanque, para que quando meu tanque principal ( Cursed Windeku) entrasse, o time inimigo ja tivesse sofrido muito dano. O meu oponente escolheu, assim como eu, o Thaddius Brood como invocador, ocorrendo assim invocadores espelhados na partida. Como eu não apresentava cartas mágicas na composição, acredito que sai na vantagem.

image.png



Então minha escalação ficou dessa forma:

Utilizei a Crypt Beetle como meu primeiro tanque, com o objetivo de atrasar o deck inimigo, já que não se trata de um deck de prioridade de dano mágico esse monstro consegue ganhar bastante tempo para minha composição.


Já para minha segunda posição, escolhi o Cursed Windeku, pois seria o verdadeiro tanque do time, mas que causa bastante dano e pode duplicar ele, pois possui a habilidade super forte chamada Thorns que causa dano a quem o ataca, assim sendo um tanque com grande poderio de ataque.


Para minha terceira carta a minha escolha foi uma carta que amo para fazer o papel de pegar os flancos, com seu alto dano e grande quantidade de vida, aliadas á sua habilidade Sneak, o monstro se torna uma carta perfeita para atacar os flancos e conseguir acabar com a fonte de dano inimiga.


Para minha penúltima carta da composição, me faltava 2 de mana e decidi optar pelo Undead Badger, por ser uma carta de custo baixo e que também ataca o flanco, para mim seria a opção ideal, o coloquei em uma posição que demoraria para ser atacado pela baixa vida que possui, pois com um ataque de qualquer monstro ele morreria.


Por último, escolhi minha carta favorita nesse elemento, a Corpse Fiend. Por não ter custo nenhum, consigo encaixá-la em qualquer deck e busco colocála antes do penultimo monstro para tankar pelo menos 1 ataque antes que o inimigo busque o flanco da minha composição.

ROUND 1

image.png

Primeiramente, com o desbuff do invocador inimigo, todas minhas cartas perderam 1 de vida, sendo assim a Crypt Beetle ficou com apenas 1 de vida e gastou o ataque de um dos mais importantes causadores de dano do deck inimigo, o death elemental, dando assim espaço para o Cursed Windeku começar a tankar.


ROUND 2

image.png

No segundo round, meu tanque entrou e conseguiu tankar bastantes hits, enquanto Sha-Vi buscava acabar com a death elemental do oponente, assim acabando totalmente com o dano mágico da composição inimiga, o que garantiria mais dano na thorns do meu tanque, pois o adversário também não possuia atiradores.


ROUND FINAL

image.png

Nesse final de partida, o jogo ficou interessante e mais imprevisível, pois eu tinha apenas 2 cartas enquanto meu oponente estava com 3, mas eu possuia a vantagem de mais vida, e como o Undead do meu oponente estava na última posição, era certo que o Sha-vi o derrotaria com apenas 1 ataque, assim deixando um 2 contra 2 em que eu tinha vantagem de vida e consegui a vitória.

image.png

CONCLUSÃO

Como disse acima, o monstro Crypt Beetle é uma ótima e barata opção para partidas com custo de mana abaixo, e consegue ganhar tempo como poucas cartas conseguem, mas peço que para a usar atente nas regras da partida e nos últimos elementos usados pelo oponente, assim conseguirá usar a carta da melhor forma possível para o seu melhor cenário, e conseguir a vitória a partir de sua estratégia.

image.png



Essa foi minha análise e observações da carta Crypt Beetle nesse desafio da semana, se quiserem dar alguma sugestão ou crítica sobre o post ou até sobre a carta, mande no comentário para termos uma discussão saudável, até a próxima Splinters!!

image.png

part in english


Hello Splinters, welcome back!!

image.png


Today I bring my second challenge of the week, this being the long-awaited Share Your Battle, which is a post that I love to do because, in the same way that I improve on the letter, I pass this information on and everyone wins.
For this second challenge, the card chosen was the Crypt Beetle, which we all know very well from the matches, as it is a reasonably well-chosen monster.


THE LETTER

The aforementioned card is contained in the death element, which is one of the most chosen at lower ranks, so it has a very high pick rate. Its stats at lvl 1 are 3 mana cost, 1 attack damage, 1 speed, 1 shield and 2 health hearts. You can see that it has a very low cost, and so it can be ideal for low mana confrontations (like 12 or 13 mana) in battle. The presence of the shield is ideal for some confrontations, as it can make you survive for more attacks and thus gain more time, which is your objective with this monster.

image.png

Another differential of this card is its very strong ability called Shield, which is quite self-explanatory, as it has the same essence as a shield, reducing damage from physical and ranged attacks. In this way, it becomes ideal against a deck that has the vast majority of these cards, as it helps to gain a lot of time while its damage dealers defeat the opponent. But against cards that use magic damage as a priority I wouldn't recommend it, like the earth element, because your skill and shield power will not have any effectiveness.

image.png

image.png

USE ON DECK

The Crypt Beetle card is quite situational, that is, there are certain times when its use is recommended and others not. I would recommend its use in games where the mana cost is quite low, from 12 to 15 mana for example, as this is where the low cost of the card will stand out. I also highlight situations with very high mana costs, as it can be a good way out if you have 3 mana left and you need a good card to stay behind your marksman at the end of the deck, but that's in more specific situations. The card can be used in the first, second or last position, depending on each situation of each game. If the cost is 12, for example, I think you should use it in the first position, depending on which summoner you use, there will still be 5 or 6 mana left, enough for a monster with more health and that will be able to attack the opponent's flank. But be careful, if the opponent uses magic damage you can get in trouble, because depending on the card the Crypt Beetle can die with just 1 attack, leaving your second monster exposed too soon and can end your game. Therefore, if the opponent has used the earth element a lot in the last 5 games (you can see this from the history given by the game), do not place the card, but if, for example, the opponent has used the fire, water or life element a lot it will be the ideal time to use the monster. I believe the card should be very effective in the higher echelons, because its mana cost doesn't change and it just ends up gaining more life, becoming a good tank with only 3 mana cost.

image.png

PRICES AND DATA

I used the Splintercards site for the use of data and statistics on the use and data of the mentioned monster.

Card evolution according to level:

image.png

price history

Regular Edition:

image.png

Gold Edition:

image.png

image.png

LET'S GO TO BATTLE

The battle has a total of 20 mana to be used, right after that I put together a strategy that consisted of the monster trying to gain as much time as possible as the first tank, so that when my main tank (Cursed Windeku) enters, the enemy team had already suffered a lot of damage. My opponent chose, like me, Thaddius Brood as a summoner, so there were mirror summoners in the game. As I didn't have magic cards in the composition, I believe it has the advantage.

image.png

So my lineup looked like this:

I used the Crypt Beetle as my first tank, with the objective of delaying the enemy deck, since it is not a magic damage priority deck, this monster can buy a lot of time for my composition.


As for my second position, I chose the Cursed Windeku, as it would be the real tank of the team, but it does a lot of damage and can double it, as it has the super strong skill called Thorns that deals damage to those who attack it, thus being a tank with great attack power.


For my third card, my choice was a card that I love to play the role of taking the flanks, with its high damage and large amount of life, combined with its Sneak ability, the monster becomes a perfect card to attack the flanks and get end the enemy's source of damage.


For my penultimate card of the composition, I was missing 2 mana and I decided to choose the Undead Badger, as it is a very low cost card that also attacks the flank, for me it would be the ideal option, I put it in a position that would take time to be attacked for the low life he has, because with an attack from any monster he would die.


Finally, I chose my favorite card in this element, the Corpse Fiend. Because it has no cost, I can fit it into any deck and I try to place it before the second-to-last monster to tank at least 1 attack before the enemy seeks the flank of my composition.



ROUND 1

image.png

Firstly, with the enemy summoner debuff, all my cards lost 1 life, so the Crypt Beetle was left with only 1 health and spent the attack of one of the most important damage dealers in the enemy deck, the death elemental, thus giving space for Cursed Windeku to start tanking.

ROUND 2

image.png

In the second round, my tank came in and managed to tank a lot of hits, while Sha-Vi sought to end the opponent's death elemental, thus completely ending the magic damage of the enemy composition, which would guarantee more damage to my tank's thorns, because the opponent also did not have marksmen.

FINAL ROUND

image.png

In this endgame, the game became interesting and more unpredictable, as I had only 2 cards while my opponent had 3, but I had the advantage of more life, and as my opponent's Undead was in last position, it was certain that Sha-vi would defeat him with just 1 attack, thus leaving a 2 on 2 where I had the health advantage and got the win.

image.png

CONCLUSION

As I said above, the Crypt Beetle monster is a great and cheap option for games with a low mana cost, and it manages to buy time as few cards can, but I ask that to use it, pay attention to the game rules and the last elements used by the opponent, this way you'll be able to use the card in the best possible way for your best scenario, and achieve victory based on your strategy.

image.png


This was my analysis and observations of the Crypt Beetle letter in this challenge of the week, if you want to give any suggestions or criticisms about the post or even about the letter, send it in the comment to have a healthy discussion, until next Splinters!!

H2
H3
H4
3 columns
2 columns
1 column
2 Comments