E Daqui Pra Frente? Reflexões de Fim de Ano.

Opa meu povo, bom dia!

Mais uma vez volto aqui escrevendo um post em nosso português. De boa, prefiro escrever aqui em português, tudo parece mais natural, direto e objetivo. Quando a gente escreve aqui em inglês é tudo meio estranho, fica meio "robotizado", "mecânico". Concorda? :D

Bom, falta aí pouco menos de 1 mês para o ano acabar e sempre gosto de tecer aqui em meu blog algumas reflexões sobre o que passei, estou passando esse ano e pretendo passar no próximo.

Esse ano de 2021 foi muito difícil para mim. Apertado demais no sentido financeiro e difícil demais no sentido profissional. Sendo sincero, esse ano para mim foi de caos completo profissionalmente. Não consegui fazer muita coisa que eu planejava.

Vendi poucos quadros da minha coleção (minha carreira artística na fotografia), minha carreira na programação não tá andando, apesar de eu estar estudando que nem doido, mandando currículos todos os dias, participando de várias entrevistas. Ter uma oportunidade nessa área é muito custoso pra quem ainda não tem experiência, como eu.

Penso todos os dias em desistir disso, mas, preciso de ter uma colocação profissional nessa área por tudo o que já fiz e faço me dedicando que nem doido a estudar, entender os conceitos e aprimorando a cada dia.

Se tiver algum dono de startup que lê esse meu post, por favor, me dê uma oportunidade!! :D

A parte do profissional, minha vida pessoal está bem, estou feliz. Minha filha Bernadette hoje faz 1 ano e recentemente tive a notícia que minha esposa @cleateles está grávida novamente!

Além disso, finalmente esse ano nós nos casamos na Igreja e estamos felizes por depois de tantos anos juntos (11 anos) conseguimos nos casar na Igreja, algo muito importante para nós, já que somos católicos e participamos ativamente das atividades da Igreja. Nos sentimos bastante abençoados com isso!

Meus objetivos para 2022 é que seja um ano mais leve para mim no sentido profissional/financeiro. Quero poder fazer as coisas darem certo. Minha maior dificuldade é não ter pessoas por perto para apoiar, como amigos e família. Ambos não tenho próximos no momento e dentre outras questões.

Tudo sou eu sozinho que tenho que decidir, correr atrás, me virar. Isso é bom e assim deve ser, mas chega uma hora que precisamos de alguém para nos ajudar a levantar e isso eu sinto muita falta e me causa ás vezes uma certa tristeza por não ter isso.

Peço desculpas por tanta sinceridade nesse post. Queria poder externar e abrir um pouco aqui o que não consigo fazer normalmente no dia a dia.

Desejo a todos aqui do Hive um bom final de ano! Vou tentar manter meu ambiente aqui mais ativo, sei que preciso postar mais e vou voltar com mais regularidade.

Agradeço a todos que me acompanham! Muito obrigado e boa semana!

H2
H3
H4
3 columns
2 columns
1 column
1 Comment