Jornalista da Globo acusa Telegram de ser antro de neonazistas e pedófilos.

Achei interessante ele ter usado o argumento de que o canal do Bolsonaro possui mais de 1 milhão de inscritos juntamente com a existência de grupos de pedófilos e neonazistas, como se o WhatsApp não tivesse coisa semelhante ou como se esses grupos não estivessem sendo derrubados constantemente por denúncias.

Tá certo que o Telegram possui regulamentos menos restritos quanto ao que se considera conteúdo inapropriado, mas ainda assim eles possuem padrões. Tanto é que organizar ou solicitar ataques físicos contra pessoas ou organizações é algo que facilmente derruba um grupo. Mas debater ideias de forma impessoal é bem liberado.


Mas pelo menos ele admitiu o motivo de estarem atacando tanto o Telegram:


Enfim, a hipocrisia:


Se você tiver um voto sobrando...

Vote em mim para Testemunha da Hive

H2
H3
H4
3 columns
2 columns
1 column
1 Comment